Libertação

Agora sou borboletara
A mutação teve fim
Vou ver o que há la fora
Sair de dentro de mim.

Quero ver o céu azul
Sentir o cheiro da flor
Abrir minha porteira
Sentir do sol o calor.

Beber da chuva gelada
Botar os pés na enxurrada
E dar muita gargalhada
Esquecer o dissabor.

As marcas que a vida fez
Quero apagar da lembrança
Não vou mudar do planeta
Mas vou propagar a esperança.

Vou conhecer o mundo
Voar...flutuar...levitar...
Romper limites
Desatar os nós
E falar sem medo
E soltar a voz.

Vou correndo com o vento
Vou pisar o pó
Vou gritar bem alto
Não quero ser só!!!

Tirar a viseira
Assumir o irmão
Derruba tabus
Estender as mãos.

Se encontrar a dor
Digo ao portador:
Caminhemos juntos!
Eu lhe trago o amor!
Espalhar sementes
Do bem e da Fé
Marcando a passagem para quem vier.

Anúncios

2 comentários em “Libertação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s